Novidades,

Abertura do Novembro Negro 2017 reúne manifestos e homenagens no TCA

Na última quarta-feira (08), o Governo do Estado, através da Secretaria de Promoção da Igualdade realizou evento de abertura do Novembro Negro 2017, no Teatro Castro Alves, às 19h. O evento contou com as apresentações do Bando de Teatro Olodum e das cantoras baianas Juliana Ribeiro, Marcia Short, Larissa Luz, Wil Carvalho e Margareth Menezes dentre outras atrações, além do secretariado do governo.

Na abertura do evento, a secretária de promoção à igualdade racial, Fábia Reis, falou sobre a importância de se relembrar o dia 8 de novembro, quando os quatro líderes da Inconfidência Baiana foram enforcados em 1799: Lucas Dantas, Manuel Faustino, Luiz Gonzaga das Virgens  e João de Deus.

O evento ainda aproveitou para fazer uma homenagem aos programas radiofônicos que compõem a faixa negra da rádio baiana, com participação do diretor do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia, Flávio Gonçalves.  Além disso, a secretária aproveitou a ocasião para fazer aliança com a Universidade Federal da Bahia, na busca pela promoção da igualdade na educação do interior baiano, junto ao vice-reitor, Paulo Miguez.

Também estiveram presentes no local, alunos de escolas públicas do subúrbio de Salvador, que aderiram aos manifestos contra o atual presidente da república. As apresentações do Bando de Teatro Olodum, além de homenagearem os quatro heróis da Inconfidência Baiana, ainda relembraram Dandara e Zumbi, em história em que a guerreira se tornava rainha em outra civilização.

O edital Novembro Negro também teve espaço na abertura do Novembro Negro, onde representantes dos 15 projetos apoiados subiram ao palco para confirmação da premiação. O edital tem como objetivo incentivar projetos que valorizem os ideais de luta, liberdade e emancipação do povo negro, a partir das propostas da sociedade civil. O público-alvo é a população negra baiana, assim como os povos e comunidades tradicionais. Os projetos visam atividades variadas, como a capacitação e formação de jovens em comunicação popular, oficinas, dentre outras.

 

1+
0sem comentários

Escritor

Susana Rebouças, 23 anos. Graduada em Comunicação com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia. Jornalista da Flor de Dendê.

Deixe uma resposta

Siga @flordedende