Galerias,

Festa reforça a aliança afro-sertaneja do Flor de Dendê

O projeto Flor de Dendê nasceu em grande estilo nesta terça-feira, 27.  A data foi perfeita: Dia de São Cosme e São Damião que, na Bahia, de forma ainda mais forte, viraram meninos por conta do encontro com a celebração à infância nas religiões afro-brasileiras por meio dos Ibejis e Vunjis.
O cenário foi o Museu de Arqueologia e Etnologia da Ufba (MAE), que ontem também celebrou o seu aniversário. Instalado no subsolo do prédio da Faculdade de Medicina, localizado no Terreiro de Jesus,  é o segundo  imóvel mais antigo da capital baiana, construído, no século XVI, logo após a Casa de Câmara e Cadeia (hoje Câmara Municipal), para abrigar o Colégio dos Jesuítas.
Além de apresentar o projeto que reforça a aliança afro-sertaneja lançamos a nossa revista eletrônica que, nesse primeiro número, aborda vários dos elementos sobre Exu, padroeiro da Comunicação, dos mercados e que está intimamente ligado à criação do mundo.
Tivemos também a sorte de contar com a participação da equipe do “Frases de Mainha”-  Cezar Oliveira,  Erick Paz, Sulivã Bispo e Thiago Almasy. Eles detalharam a trajetória de sucesso desse coletivo que está arrebentando nas redes sociais.
O  ajeum foi  também precioso: o acarajé de Indra Lacerda e imagina se ia faltar bolo. O nosso, com decoração destacando a marca, foi um presente delicioso da Maria-vai-com as outras, empreendimento da colega Maria Rocha.
E vale um lembrete: a nossa vaquinha ainda está em andamento. Ela segue até a próxima sexta-feira. Nos ajude a fazer esse projeto ficar ainda mais bonito.

fbvaquinha

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/revista-flor-de-dende

0
0sem comentários

Escritor

Designer, e atualmente responsável pela fotografia da Revista Flor de Dendê. Vez ou outra acha que é mochileira e sonha em desbravar o mundo mesmo dentro da sua própria cidade.

Deixe uma resposta

Siga @flordedende